Carrinho vazio.
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
×
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
×
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
×
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
×
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
×
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
Série – Evolução dos Uniformes de Carteiros
R$ 35,00
4× de R$ 8,75 sem juros
vezesparcelatotal
sem jurosR$ 35,00R$ 35,00
Você poderá escolher o número de parcelas ao concluir a compra.

* Isto é uma simulação, verifique o valor final das parcelas no intermediador de pagamentos.

vezesparcelatotal
sem jurosR$ 35,00R$ 35,00
sem jurosR$ 17,50R$ 35,00
sem jurosR$ 11,66R$ 35,00
sem jurosR$ 8,75R$ 35,00
R$ 7,64R$ 38,20
R$ 6,46R$ 38,76
R$ 5,62R$ 39,34
Você poderá escolher o número de parcelas ao concluir a compra.

* Isto é uma simulação, verifique o valor final das parcelas no intermediador de pagamentos.

O Carteiro no Brasil
No Brasil, a profissão de carteiro confunde-se com inúmeras outras e teve uma história cheia de perigos e aventuras.
Nossos primeiros carteiros foram os tropeiros, e nosso primeiro meio de transporte terrestre o burro. Além dos tropeiros, qualquer viajante, marinheiro, almocreve ou comerciante que embarcasse em lancha, canoa, sumaca, transportava também, por favor , correspondência.
Um segundo tipo de transportador de correspondência existiu também, nos primeiros tempos de nossa colonização: os “próprios ou positivos”, empregados das grandes fazendas e engenhos, e que, segundo Rodolfo Garcia, ainda se ocupam desse mister nos nossos dias.
Por fim, o terceiro tipo de mensageiro, o mais comum e duradouro: o negro escravo, mensageiro gratuito, eficiente, dócil, quase sempre fiel, e a esperta mucama, confidente de namoros inocentes e romances proibidos.

[ESTE TEXTO CONTINUA NO FOLHETO QUE ACOMPANHA A SÉRIE]

Presente na série:

POSTAL 1
Carteiro – Departamento dos Correios e Telégrafos
Largo da Glória na década de 30;

POSTAL 2
Inspetor de Serviço Postal no Mar – Correios do Império 1888
Porto de Santos, SP, baseado na pintura de Benedito Calixto e em foto de época;

POSTAL 3
Mensageiro – Repartição Geral dos Telégrafos
Rua Paissandu – Flamengo na década de 20;

POSTAL 4
Tropeiro – Primeiro entregador de correspondência que o Brasil conheceu, desde o séc. XVI até meados do Séc. XIX quando foi instituída a profissão de carteiro;

POSTAL 5
Carteiro da Corte – Administração dos Correios, 1849
Praça Tiradentes, RIO/RJ – Reconstituição de época;

POSTAL 6
Estafeta, descrição de John Mawe, viajantes inglês de passagem por Minas Gerais, cerca de 1817;

POSTAL 7
Condutor de Malas (uniforme de verão) – Correios do Império, 1888.
Rua Marquês de Olinda, em frente ao Arco da Conceição, Recife-PE – Reconstituição de época;

POSTAL 8
Carregador de Mala Postal do Rio de Janeiro, descrição de Luccock, viajante inglês de passagem por Minas Gerais, 1817;

POSTAL 9
Estafeta – Correios do Império, 1888
Rua 15 de Novembro, São Paulo/SP – Reconstituição de época;

POSTAL 10
Carteiro – Diretoria Geral dos Correios
Av. Rio Branco no início do século

Série desenhada pelo artista Ivan Wasth Rodrigues

Esta série não poderá ser vendida individualmente, acompanharão no pedido os 10 postais diferentes aqui apresentados, uma embalagem de papel cartão personalizada pelo Museu Postal e também um folheto contando a história dos Carteiros.
CASTRO & CO

Portal Numismáticos
https://numismaticos.com.br/

Castro Alves Leilões
http://castroalvesleiloes.com.br/

Conatus
https://www.conatusmoedas.com/