Elói ou Elígio, de origem familiar Galo-Romana nobre, foi artesão em Limoges onde trabalhou como aprendiz do superintendente mestre de cunhagem de moedas reais.

Elói nasceu na cidade de Chaptelat, vizinha de Limoges, na França, em 588. Filho de camponeses cristãos e humildes de ascendência franco-italiana. Recebeu formação rígida baseada nos princípios da honestidade e da lealdade. Seus pais se sacrificaram bastante para que ele pudesse estudar e conseguisse se formar numa profissão que lhe garantisse um futuro seguro. Esta seria a única herança que podiam deixar ao filho.

Santo Elói faleceu no dia 1º de dezembro do ano 659. Ele estava na Holanda, realizando uma missão de evangelização. A fama de sua santidade se espalhou depressa pela França, Holanda, Itália e Alemanha. Seu amigo e também bispo chamado Aldoeno escreveu sua linda biografia. Por causa de seu trabalho como ourives e em várias outras áreas, ele passou a ser o padroeiro dos joalheiros e ourives. Além disso, é invocado também como padroeiro dos ferreiros, cuteleiros, ferramenteiros, comerciantes de cavalos, celeiros, cocheiros, carreteiros, metalúrgicos e garagistas.

 

Oração a Santo Elói

“Senhor, por intercessão de Santo Elói, concedei-me ser atencioso e justo para com os mais humildes. Dai-me disponibilidade e empenho para que eu possa proporcionar, com os talentos que me destes, uma vida mais digna aos que me rodeiam. Amém. Santo Eloi, rogai por nós.”

 

 

Arte:

St. Eligius catechizing in the St. Maartenskerk, pintado por Maerten de Vos (Pintado entre 1587 e 1603 - impreciso)

 

Impresso em alta qualidade, acompanha fita dupla face para prender com facilidade em sua sala sem a necessidade de furos.

Prazo médio de produção de 5 dias úteis.

Placa decorativa - Santo Elói

R$49,90
Placa decorativa - Santo Elói R$49,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

 

Elói ou Elígio, de origem familiar Galo-Romana nobre, foi artesão em Limoges onde trabalhou como aprendiz do superintendente mestre de cunhagem de moedas reais.

Elói nasceu na cidade de Chaptelat, vizinha de Limoges, na França, em 588. Filho de camponeses cristãos e humildes de ascendência franco-italiana. Recebeu formação rígida baseada nos princípios da honestidade e da lealdade. Seus pais se sacrificaram bastante para que ele pudesse estudar e conseguisse se formar numa profissão que lhe garantisse um futuro seguro. Esta seria a única herança que podiam deixar ao filho.

Santo Elói faleceu no dia 1º de dezembro do ano 659. Ele estava na Holanda, realizando uma missão de evangelização. A fama de sua santidade se espalhou depressa pela França, Holanda, Itália e Alemanha. Seu amigo e também bispo chamado Aldoeno escreveu sua linda biografia. Por causa de seu trabalho como ourives e em várias outras áreas, ele passou a ser o padroeiro dos joalheiros e ourives. Além disso, é invocado também como padroeiro dos ferreiros, cuteleiros, ferramenteiros, comerciantes de cavalos, celeiros, cocheiros, carreteiros, metalúrgicos e garagistas.

 

Oração a Santo Elói

“Senhor, por intercessão de Santo Elói, concedei-me ser atencioso e justo para com os mais humildes. Dai-me disponibilidade e empenho para que eu possa proporcionar, com os talentos que me destes, uma vida mais digna aos que me rodeiam. Amém. Santo Eloi, rogai por nós.”

 

 

Arte:

St. Eligius catechizing in the St. Maartenskerk, pintado por Maerten de Vos (Pintado entre 1587 e 1603 - impreciso)

 

Impresso em alta qualidade, acompanha fita dupla face para prender com facilidade em sua sala sem a necessidade de furos.

Prazo médio de produção de 5 dias úteis.