Os vínculos entre as cortes lisboetas e a Primeira Assembleia Constituinte, de 1823, trouxeram o aprendizado do funcionamento das assembleias legislativas e das minúcias da rotina da vida parlamentar.

Foi na participação cotidiana nos trabalhos parlamentares que os brasileiros tiveram acesso às atividades do parlamento moderno e deram os primeiros passos para a independência do Brasil.

A série “Brasil, 200 anos de Independência” já apresentou o Bicentenário da vinda de D. Leopoldina (2017), o Bicentenário da Aclamação de D. João VI (2018), o Bicentenário do retorno de José Bonifácio ao Brasil (2019) e o Bicentenário da Revolução Constitucionalista (2020).

A emissão traz a inscrição “Brasil, 200 anos de Independência” e a pintura “Sessão das Cortes de Lisboa”, de Oscar Pereira da Silva, que faz parte do acervo do Museu Paulista da USP.

A imagem retrata a participação de representantes das províncias brasileiras na Assembleia em Portugal, em especial Antônio Carlos de Andrada, que aparece discursando, de pé. A arte é de Ely Borges e Isabel Flecha de Lima, que utilizaram a técnica de computação gráfica.

 

País: Brasil

Código de Catálogo: RHM BR C4002

Tema:  Ativistas Independentes | Parlamentos | Políticas

Impresso em: 23.08.2021

Tamanho: 26x44mm

Tiragem: 240.000

Código Interno: 202201065.C1

 

Quadra 200 anos de Independência, 200 anos do Brasil nas cortes de Lisboa - 1° dia de circulação / CDC Brasília

R$17,75
Esgotado
Quadra 200 anos de Independência, 200 anos do Brasil nas cortes de Lisboa - 1° dia de circulação / CDC Brasília R$17,75

Os vínculos entre as cortes lisboetas e a Primeira Assembleia Constituinte, de 1823, trouxeram o aprendizado do funcionamento das assembleias legislativas e das minúcias da rotina da vida parlamentar.

Foi na participação cotidiana nos trabalhos parlamentares que os brasileiros tiveram acesso às atividades do parlamento moderno e deram os primeiros passos para a independência do Brasil.

A série “Brasil, 200 anos de Independência” já apresentou o Bicentenário da vinda de D. Leopoldina (2017), o Bicentenário da Aclamação de D. João VI (2018), o Bicentenário do retorno de José Bonifácio ao Brasil (2019) e o Bicentenário da Revolução Constitucionalista (2020).

A emissão traz a inscrição “Brasil, 200 anos de Independência” e a pintura “Sessão das Cortes de Lisboa”, de Oscar Pereira da Silva, que faz parte do acervo do Museu Paulista da USP.

A imagem retrata a participação de representantes das províncias brasileiras na Assembleia em Portugal, em especial Antônio Carlos de Andrada, que aparece discursando, de pé. A arte é de Ely Borges e Isabel Flecha de Lima, que utilizaram a técnica de computação gráfica.

 

País: Brasil

Código de Catálogo: RHM BR C4002

Tema:  Ativistas Independentes | Parlamentos | Políticas

Impresso em: 23.08.2021

Tamanho: 26x44mm

Tiragem: 240.000

Código Interno: 202201065.C1